quinta-feira, 5 de julho de 2018

TEXTO: POR QUE OS ADOLESCENTES SE DROGAM? IÇAMI TIBA - COM INTERPRETAÇÃO/GABARITO


Texto: Por que os adolescentes se drogam?

        Hoje todo mundo sabe, pelos professores e pelas campanhas antidrogas, que as drogas fazem mal. Daí a dificuldade de se entender porque os adolescentes se drogam. Nem eles mesmos devem saber o motivo.
        Talvez, por se sentir mais independente - já está fisicamente crescido - e por sentir-se psicologicamente mais preparado para a vida, o adolescente queira provar que já cresceu, que tem sua própria opinião. Querendo então provar sua segurança pode experimentar drogas, sem perceber que está fazendo exatamente o contrário de tudo o que ouviu sobre drogas.
        Além disso, a curiosidade pode também levar um jovem a se drogar, pois a adolescência é a época das descobertas, e o adolescente quer conhecer tudo. É preciso entretanto, saber diferenciar a boa curiosidade da curiosidade nociva, e querer conhecer o mundo das drogas, é, de fato uma curiosidade ruim, já que sabemos efetivamente que as drogas fazem mal à saúde, alteram o pensamento e mudam o comportamento das pessoas.
        Outro fator que pode induzir um jovem a se drogar é a incapacidade de enfrentar problemas. Principalmente aqueles que sempre tiveram tudo e nunca passaram por frustrações e tristeza mais sérias. Muitos desses adolescentes, quando surgem os problemas, acabam recorrendo às drogas, achando que assim os afastarão ou terminarão com eles. Na verdade, só se afastam, porque nenhuma drogas resolve nada. Ao contrário, quando passa o seu efeito, o conflito ainda existe e acrescido de mais um: o próprio envolvimento com a droga.
        A onipotência juvenil (mania de Deus do adolescente) também pode motivar um jovem a se drogar. Acreditando que nada de ruim vai lhe acontecer, ele abusa de tudo: velocidade, sexo, drogas, etc. Mas é justamente esse excesso de confiança em si mesmo que acarreta acidentes automobilísticos, gravidez indesejada, o vício nas drogas.
        É comum ainda o jovem usar drogas para ser aceito pelo grupo que as usa. Outros querendo mudar suas maneiras de ser, recorrem às drogas, pois eles mesmos não se aceitam e acreditam ser esse o caminho para mudarem. Enganam-se. Assim como se enganam aqueles que acham que as drogas acabarão com a solidão, ou que preencherão o tempo quando não houver nada que fazer.

        A PESSOA SE SENTE LIVRE QUANDO USA DROGAS?

        Quem experimenta drogas sabendo que faz mal à saúde é porque não se sente livre. Quem é livre não precisa experimentar drogas. A liberdade que se consegue através das drogas é um estado químico, e não uma alegria natural.
        Fazer o que quer ou fazer o que nunca fez sob os efeitos das drogas está muito longe de ser um comportamento pessoal, pois elas alteram os níveis de consciência e distorcem a crítica da adequação. Quando voltam ao estado psíquico natural, são comuns a vergonha e o arrependimento sobre o que fizeram enquanto drogados.
        Gargalhar sob o estímulo de drogas pode significar em choro da própria alma e o sofrimento de todas as pessoas que o amam. A droga isola o usuário, não permitindo a aproximação de outras pessoas, dando-lhe uma vivência isolada que não pode ser compartilhada por ninguém. Portanto, a gargalhada esconde a angustiante solidão.
        A verdadeira liberdade é entregar-se para crescer, é frustrar-se sem se perder, é divertir-se sendo o que é, fazendo o que realmente quiser, quando e como bem lhe aprouver. A droga submete a pessoa à obrigatoriedade (e não à liberdade) de usá-la. A liberdade permite aprender, com as experiências alheias, a não fazer do seu corpo um laboratório de química das drogas, nem repetir o que já está comprovado que não faz bem.

        POR QUE OS DROGADOS SÃO DISCRIMINADOS PELA SOCIEDADE?

        As pessoas não gostam de conviver com drogados, pois, como eles não se encontram em seu estado normal, não acompanham um diálogo, comportam-se inadequada e inconvenientemente e, às vezes, até de modo perigoso. Se é uma ou outra vez que se drogam, podemos até aguentar, mas se é a toda hora, não há “santo” que aguente. Além disso, o critério de valores de um drogado passa a ser bem diferente do nosso. Caso não tenha dinheiro para comprar a droga, ele não se incomodará em roubar, seja da própria família, seja de amigos. As mulheres podem se prostituir quando pressionadas por essas situações.
        As conversas, as atitudes, os interesses dos drogados também não interessam àqueles que querem viver saudavelmente. Além disso, como são pouco motivados a trabalhar (ou estudar) porque já não têm mais a mesma capacidade, num ambiente de trabalho (ou estudo) só atrapalham. Os drogados têm, ainda, dificuldade de enfrentar as frustações decorrentes das atividades do dia-a-dia, reagindo a elas de modo agressivo ou impulsivo, o que os torna inadequados ao ambiente familiar, profissional ou social.
        As pessoas que trabalham com drogas (traficantes) são obviamente discriminadas por serem marginais, já que o tráfico de drogas é, pela lei brasileira, um crime hediondo e inafiançável (Lei Antitóxico n° 6368 de 21/10/76). E, como os drogados são obrigados a adquirir drogas nesse mundo da ilegalidade, onde estão os traficantes, mais um motivo para as pessoas se afastarem deles.
                                                  Içami Tiba. 123 respostas sobre as drogas.
                                                                         2ª ed. São Paulo: Scipione, 1995.
Entendendo o texto:
01 – Encontre no primeiro parágrafo palavras que sejam sinônimos destas expressões:
·        Contra as drogas: antidrogas.
·        Jovens entre doze e vinte anos: adolescentes.
·        Razão: motivo.

02 – Rescreva a frase abaixo trocando as palavras:
“Outro fator que pode induzir um jovem a se drogar é a incapacidade de enfrentar problemas.”
      Outro motivo que pode levar um adolescente a usar drogas provém de sua falta de vontade de encarar situações difíceis.

03 – Nesse texto sobre drogas predomina:
(X) A linguagem denotativa, isto é, aquela em que as palavras são usadas num sentido literal, usual, comum.
(   ) A linguagem conotativa, em que as palavras tem um sentido figurado.

04 – Explique o sentido do termo discriminar ou discriminação por meio de um exemplo.
      Pode ser discriminação racial, de idade, de sexo, etc.

05 – Escreva o antônimo, empregando o prefixo in, i ou ir.
·        Capacidade: incapacidade.
·        Adequado: inadequado.
·        Real: irreal.
·        Legal: ilegal.

06 – Cite 06 motivos pelos quais os jovens se drogam.
·        Para provar que eles têm opinião própria e que são independentes.
·        Por curiosidade.
·        Por se sentirem incapazes de enfrentar os problemas da vida.
·        Por se sentirem poderosos e por julgarem que nada de ruim vai lhes acontecer.
·        Para serem aceitos pelo grupo que usa drogas.
·        Para combater a solidão e mudar o seu jeito de ser.

07 – Por que as drogas fazem mal às pessoas?
      Porque aceleram a química natural do organismo, bem como o pensamento e o comportamento normal das pessoas.

08 – O que acontece na vida de um jovem que se droga toda vez que encontra um problema sério?
      Passado o efeito da droga, o problema continua existindo, acrescido de mais um: o envolvimento com a droga.

09 – Qual a origem do excesso de confiança que muitos jovens têm em si mesmos?
      Por se julgarem muito poderosos e com a certeza de que nada de ruim vai lhes acontecer, cometem toda sorte de excessos: abusam de bebidas, velocidade, sexo, drogas, etc.

10 – No seu entender, as drogas conseguem tirar alguém da solidão?
      Resposta pessoal do aluno.

11 – Será que as drogas realmente libertam as pessoas?
      As pessoas que se drogam têm a sensação de estarem livres dos problemas que as afligem; porém, essa sensação de liberdade não é senão um estado químico provocado pelas drogas, e não uma liberdade e uma alegria naturais.

12 – O que acontece com as pessoas quando passa o efeito das drogas?
      Muitas delas sentem vergonha do que fizeram enquanto estavam drogadas. Geralmente os problemas voltam a lhes perturbar, e a vontade de se drogar continua.

13 – Comente:
a)   “A verdadeira liberdade é entregar-se para crescer, é frustrar-se sem se perder.”
Quanto mais uma pessoa se desenvolve humana, espiritual e economicamente, mais livre ela é; continua sendo livre, mesmo derrotada, porém sem perder de vista os objetivos que tinha inicialmente.

b)   “A droga submete a pessoa à obrigatoriedade de usá-la.”
A droga escraviza a pessoa que a usa.

14 – Por que as pessoas não gostam de conviver com drogados?
      Por vários motivos: pessoas drogadas não se encontram em seu estado normal, não acompanham direito um diálogo, às vezes se comportam de modo inconveniente e perigoso.

15 – O que são capazes de fazer os viciados para conseguir as drogas?
      São capazes de roubar, assaltar e vender tudo o que têm para conseguir as drogas.

16 – Como fica a capacidade de trabalho e de estudo dos jovens que se drogam?
      Eles perdem o interesse tanto pelo estudo como pelo trabalho.

17 – Como são enquadrados pelas leis brasileiras os traficantes de drogas?
      O tráfico de drogas, pelas leis brasileiras, é um crime hediondo e inafiançável.



Nenhum comentário:

Postar um comentário