sábado, 21 de julho de 2018

MÚSICA: A CANÇÃO DO SENHOR DA GUERRA - LEGIÃO URBANA - COM GABARITO


Música: A Canção Do Senhor Da Guerra
                                       Legião Urbana

Existe alguém esperando por você
Que vai comprar a sua juventude
E convencê-lo a vencer

Mais uma guerra sem razão
Já são tantas as crianças
Com armas na mão
Mas explicam novamente que a guerra
Gera empregos, aumenta a produção
Uma guerra sempre avança a tecnologia
Mesmo sendo guerra santa
Quente, morna ou fria

Pra que exportar comida se as armas
Dão mais lucros na exportação?

Existe alguém que está contando com você
Pra lutar em seu lugar já que nessa guerra
Não é ele quem vai morrer

E quando longe de casa
Ferido e com frio
O inimigo você espera
Ele estará com outros velhos
Inventando novos jogos de guerra

Que belíssimas cenas de destruição
Não teremos mais problemas
Com a superpopulação
Veja que uniforme lindo fizemos pra você
E lembre-se sempre que:
Deus está do lado de quem vai vencer

O senhor da guerra não gosta de crianças
O senhor da guerra não gosta de crianças
O senhor da guerra não gosta de crianças
O senhor da guerra não gosta de crianças
O senhor da guerra não gosta de crianças
O senhor da guerra não gosta de crianças.

                                                   Composição: Renato Russo.
Entendendo a canção:
01 – O que podemos observar no eu lírico, nos versos da primeira estrofe?
      Ele faz um alerta a quem o ouve. É tudo muito literal, ir à guerra é como jogar fora a sua juventude; que vencer não é uma ideia própria, mas sim foi convencido por alguém.

02 – Cite os versos onde o eu lírico não vê sentido em fazer guerra.
      “Mais uma guerra sem razão.
       Já são tantas as crianças com armas nas mãos.”

03 – Que assuntos são abordados na terceira estrofe?
      Faz menções à Guerra Fria, fala da disputada corrida armamentista entre URSS e os EUA.

04 – Esta canção trata de que tema?
      Ela é uma crítica à lógica das guerras, que são produzidas por aqueles que não lutarão nelas e agem segundo seus próprios interesses econômicos – políticos.

05 – Em que versos o poeta menciona que na verdade, não há inimigo maior para um homem do que aquele que o instiga a brigar, a lutar, a fazer guerra?
      “E quando longe de casa
       Ferido e com frio
       O inimigo você espera
       Ele estará com outros velhos
       Inventando novos jogos de guerra.”

06 – Quando o autor diz que “Deus está do lado que vai vencer”. O que podemos entender?
      Como ironia já que a história é contada pelo vencedor que entende que seus atos são justos.




Nenhum comentário:

Postar um comentário