domingo, 29 de julho de 2018

POEMA: DIVERSIDADE - TATIANA BELINKY - COM INTERPRETAÇÃO/GABARITO

Poema: Diversidade                           
   
                     (Diversidade é que é legal)
Um é feioso
Outro é bonito
Um é certinho
Outro, esquisito
Um é magrelo
Outro é gordinho
Um é castanho
Outro é ruivinho
Um é tranquilo
Outro é nervoso
Um é birrento
Outro dengoso


Um é ligeiro
outro é mais lento
Um é branquelo
Outro sardento
Um é preguiçoso
Outro, animado
Um é falante
Outro é calado
Um é molenga
Outro forçudo
Um é gaiato
Outro é sisudo
Um é moroso
Outro esperto
Um é fechado
Outro é aberto
Um carrancudo
Outro, tristonho
Um divertido
Outro, enfadonho
Um é enfezado
Outro é pacato
Um é briguento
Outro é cordato
De pele clara
De pele escura
Um, fala branda
O outro, dura
Olho redondo
Olho puxado
Nariz pontudo
Ou arrebitado
Cabelo crespo
Cabelo liso
Dente de leite
Dente de siso
Um é menino
Outro é menina.
(Pode ser grande
ou pequenina)
Um é bem jovem
Outro, de idade
Nada é defeito
Nem qualidade
Tudo é humano
Bem diferente
Assim, assado
Todos são gente
Cada um na sua
E não faz mal
Di-ver-si-da-de
É que é legal
Vamos, venhamos
Isto é um fato:
Tudo igualzinho
Ai, como é chato!
                                          Tatiana Belinky
Entendendo o poema:
01 – Todo o poema é construído com pares de adjetivos de significados opostos. Exemplo:
        “Um é tranquilo
         Outro é nervoso
         Um é birrento
         Outro dengoso” (...)

a)   Qual é o efeito dessa construção para a mensagem do poema?
O efeito era a oposição entre duas noções, dois conceitos ou duas ideias.

b)   Qual a relação que se pode estabelecer entre a construção dos versos e o título do poema?
O uso de adjetivos para caracterizar a pluralidade, diferença, multiplicidade, ou seja, a reunião de tudo aquilo que apresenta múltiplos.

02 – Releia a estrofe:
        (...) “Tudo é humano
                Bem diferente
                Assim, assado
                Todos são gente” (...)

a)   A palavra “tudo” faz referência a informações das estrofes anteriores. A que se refere esse pronome?
Referente a totalidade, a universalidade de todas as pessoas, a diversidade.

b)   Explique o significado dos seguintes versos:
“Assim, assado
 Todos são gente.”
Significa que qualquer forma todos são gente.

03 – Volte a estrofe 16 – Releia-a.
        O primeiro verso da estrofe utiliza uma expressão de registro informal.
a)   Qual é o efeito desse uso na construção do poema?
Usa uma gíria “cada um na sua”, que significa que cada um deve viver de seu jeito.

04 – Explique o efeito de sentido do recurso utilizado no verso:
        “Di-ver-si-da-de.”
      A separação silábica representa que devemos refletir o significado da palavra.

05 – Volte ao poema e identifique pares de adjetivo que reforçam a ideia de diversidade.
·        Feioso / bonito.
·        Certinho / esquisito.
·        Magrelo / gordinho.
·        Castanho / ruivinho
·        Tranquilo / nervoso.
·        Birrento / dengoso.

06 – Dê sua opinião sobre o que você entendeu por diversidade.
      Resposta pessoal do aluno

Nenhum comentário:

Postar um comentário