sexta-feira, 27 de julho de 2018

CONTO: PESCARIA - JOSÉ PAULO PAES - COM INTERPRETAÇÃO/GABARITO


Conto: Pescaria  


Um homem
Que se preocupava demais
Com coisas sem importância
Acabou ficando com a cabeça cheia de minhocas.
Um amigo lhe deu então uma ideia
De usar as minhocas
Numa pescaria
Para se distrair das preocupações,
O homem se distraiu tanto
Pescando
Que sua cabeça ficou leve


Como um balão
E foi subindo pelo ar
Até sumir nas nuvens.
Onde será que foi parar?
Não sei
Nem quero me preocupar com isso.
Vou mais é pescar.
PAES, José Paulo. Pescaria. In: ______.
Palavra de poeta. São Paulo: Ática, 2002.
Entendendo o conto:
01 – No verso “acabou ficando com a cabeça cheia de minhocas”, a expressão grifada poderia ser substituída por:
A) minhocas penduradas nos cabelos.
B) muitas dores na cabeça.
C) a cabeça cheia de preocupações.
D) muitas preocupações com as minhocas.

02 – A cabeça do homem ficou leve. A pescaria contribuiu para ele:
A) livrar-se dos problemas.
B) livrar-se das minhocas.
C) aprender a pescar.
D) esquecer quem ele era.

03 – De acordo com o texto, qual foi a ideia que um amigo deu-lhe?
      Usar as minhocas numa pescaria.

04 – O homem se distraiu tanto pescando, como ficou a cabeça dele?
      Leve feito um balão.    

05 – A pescaria foi tão boa, para acabar com suas preocupações. O que ele faz toda vez que fica preocupado?
      Ele vai pescar e esquecer dos problemas.

06 – Quem é o autor do texto?
      José Paulo Paes.



Nenhum comentário:

Postar um comentário