quinta-feira, 19 de julho de 2018

FILME: CARLOTA JOAQUINA, PRINCESA DO BRASIL - SINOPSE E QUESTÕES GABARITADAS


Filme: CARLOTA JOAQUINA, PRINCESA DO BRASIL

Data de lançamento desconhecida (1h 40min)
Direção: Carla Camurati
Gêneros HistóricoDrama
Nacionalidade Brasil

SINOPSE E DETALHES
        Um painel da vida de Carlota Joaquina (Marieta Severo), a infanta espanhola que conheceu o príncipe de Portugal (Marco Nanini) com apenas dez anos e se decepcionou com o futuro marido. Sempre mostrou disposição para seus amantes e pelo poder e se sentiu tremendamente contrariada quando a corte portuguesa veio para o Brasil, tendo uma grande sensação de alívio quando foi embora.

Entendendo o filme:
01 – O príncipe D. João de Portugal, filho de D. Maria, a Louca, que depois se tornaria D. João VI, casou-se com Carlota Joaquina em 1795. Um dos motivos que fizeram com que esse casamento ocorresse foi:
a)    Dom João VI já havia tido uma esposa estéril antes e se divorciara.
b)    Carlota Joaquina pertencia à dinastia dos Habsburgo, que governava a Áustria na época.
c)    Carlota Joaquina pertencia à dinastia dos Bourbon, que governava a Espanha na época.
d)    Dom João VI precisava aliar-se a uma mulher que não tivesse origem nobre.
e)    Carlota Joaquina pertencia à dinastia dos Bragança, a mesma de D. João.

02 – O casamento entre Carlota Joaquina e D. João VI foi marcado por polêmicas e intrigas. Entre as polêmicas levantadas pelos historiadores, está o fato de Carlota:
a)   Ter tentado assassinar sua sogra, a rainha de Portugal, D. Maria I.
b)   Ter dado apoio a Dom Miguel, seu filho mais novo, para que ele desse um golpe político no governo do pai.
c)   Ter pedido divórcio – algo proibido e impensável em um país católico da época.
d)   Ter tentado promover a abolição da escravatura em todas as colônias portuguesas.
e)   Ter tentado transferir a sede do Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarves para a colônia de Angola.

03 – Com a invasão da Espanha por Napoleão, o pai de Carlota Joaquina, Carlos IV, renunciou ao trono, enquanto seu filho e irmão de Carlota, Fernando VII, foi preso pelas tropas napoleônicas. Nessa época, Carlota acompanhava o marido, D. João, na estadia no Brasil. Sabendo da vacuidade do trono espanhol, Carlota:
a)   Ordenou a seu marido que voltasse à Europa e assumisse as duas coroas, a portuguesa e a espanhola.
b)   Tentou, com as colônias espanholas na América, uma articulação para ela própria assumir o poder da Espanha.
c)   Escreveu uma carta ao imperador Napoleão pedindo que soltasse seu irmão.
d)   Escreveu uma carta à Josefina, esposa de Napoleão, pedindo que soltasse seu irmão.
e)   Organizou uma esquadra naval, com o apoio dos ingleses, para invadir a Espanha.

04 – Otávio Tarquínio de Sousa, em sua biografia de D. Pedro I, diz que os pais deste, D. João e D. Carlota Joaquina, formavam um casal que “estava fadado ao desencontro, ao desentendimento, à luta ora furtiva e desleal, ora franca e declarada. Em quase nada se pareciam esse português e essa espanhola. Ambos fisicamente feios, ambos sem nenhuma qualidade moral superior, ambos dissimulados, é certo. (SOUSA, Otávio Tarquínio de. “A vida de D. Pedro I” (tomo 1º). In: História dos fundadores do Império do Brasil (vol. II). Brasília: Senado Federal/Conselho Editorial, 2015. p. 17).
Sabe-se que, logo nos primeiros momentos em que passaram no Brasil após a fuga de Portugal desencadeada pela invasão napoleônica, D. João VI procurou retaliar o Império Francês invadindo a Guiana Francesa. Em contrapartida, Carlota Joaquina procurou articular-se com as colônias espanholas a fim de reaver para si o trono espanhol, também ocupado por Napoleão. Para tanto, Carlota Joaquina contou com o apoio estratégico de:
a)   Marechal Floriano Peixoto.
b)   General Osório.
c)   Duque de Caxias.
d)   Sidney Smith, almirante inglês.
e)   José Bonifácio de Andrade e Silva.





Nenhum comentário:

Postar um comentário