quinta-feira, 7 de setembro de 2017

MÚSICA: O CALIBRE - OS PARALAMAS DO SUCESSO - COM INTERPRETAÇÃO/GABARITO

 O CALIBRE


                                      OS PARALAMAS DO SUCESSO

Eu vivo sem saber até quando ainda estou vivo
Sem saber o calibre do perigo
Eu não sei da onde vem o tiro
Eu não sei da onde vem o tiro
Por que caminhos você vai e volta?
Aonde você nunca vai?
Em que esquinas você nunca para?
A que horas você nunca sai?
Há quanto tempo você sente medo?
Quantos amigos você já perdeu?
Entrincheirado, vivendo em segredo
E ainda diz que não é problema seu
E a vida já não é mais vida
No caos ninguém é cidadão
As promessas foram esquecidas
Não há estado, não há mais nação
Perdido em números de guerra
Rezando por dias de paz
Não vê que a sua vida aqui se encerra
Com uma nota curta nos jornais
                                                   VIANNA, HERBERT. O calibre. Em:
                                      Os Paralamas do Sucesso. Longo caminho.
                                         Rio de Janeiro: EMI Music, 2002. Faixa 1. 

a   1)  De que trata esse texto? Qual é a relação do título com seu conteúdo?
O calibre indica o diâmetro do cano de uma arma de fogo. Na canção, esse termo foi usado para indicar o tamanho, a gravidade do perigo que se vive nas ruas A música trata da violência.
    2)   O que significa viver entrincheirado? A partir de que palavra esse termo parece ter se originado?
Viver entrincheirado é viver escondido, protegido do inimigo, da violência que pode vir de todos os lados. O termo tem sua origem na palavra trincheira.
c   3)  Você se sente ou já se sentiu vivendo entrincheirado? Por quê?
Resposta pessoal.
    4)   Releia este verso: “No caos ninguém é cidadão”. Como você entende essa afirmação? Justifique.
Todo cidadão tem direitos e deveres. Em uma situação caótica, os cidadãos deixam de ter seus direitos, e muitos deixam também de cumprir seus deveres. A segunda parte da resposta é pessoal.



2 comentários: