segunda-feira, 11 de setembro de 2017

MÚSICA: DANDARA - IVAN LINS - COM INTERPRETAÇÃO/GABARITO

DANDARA
                                                              Ivan Lins e Francisco Bosco.

Ela tem nome de mulher guerreira
E se veste de um jeito que só ela
Ela vive entre o aqui e o alheio
As meninas não gostam muito dela

Ela tem um tribal no tornozelo
E na nuca adormece uma serpente
O que faz ela ser quase um segredo
É ser ela assim, tão transparente

Ela é livre e ser livre a faz brilhar
Ela é filha da terra, céu e mar
Dandara

Ela faz mechas claras no cabelo
E caminha na areia pelo raso
Eu procuro saber os seus roteiros
Pra fingir que a encontro por acaso

Ela fala num celular vermelho
Com amigos e com seu namorado
Ela tem perto dela o mundo inteiro
E à volta outro mundo, admirado

Ela é livre e ser livre a faz brilhar
Ela é filha da terra, céu e mar
Dandara

Dandara...

COMPREENDENDO A MÚSICA

1 – Destaque da música o verso que mais lhe chamou a atenção, explicando o porquê:
      “Ela é livre e ser livre a faz brilhar”.
      Porque a liberdade nos dá o direito de agir de acordo com a minha própria vontade, desde não prejudique outra pessoa.

2 – Caracterize com, no mínimo, 05 adjetivos, a Dandara:
      Transparente, livre, carismática, determinada misteriosa.

3 – Por que será que as meninas não gostam dela?
      Por ter um brilho próprio e todos a admiram.

4 – Interprete o verso “Ela vive entre o aqui e o alheio”:
      Significa que às vezes mesmo rodeada de amigos se sente distante, com o pensamento longe.

5 – Retire do texto cinco palavras com dígrafo:
      Mulher, mechas, vermelho, terra, quase.

6 – Explique o verso: “E na nuca adormece uma serpente”:
      Ela tem uma tatuagem de serpente na nuca.

 7 – Que tipo de sentimento o eu-lírico sente por Dandara? Comprove com trechos da canção:
      O eu-lírico está apaixonado.
      “Eu procuro saber os seus roteiros / Pra fingir que a encontro por acaso”

8 – Dandara é o nome da mulher do grande guerreiro Zumbi dos Palmares, descendente de ex-escravos do reino de Daomé, onde se falava a língua ioruba. Você acha que a Dandara da canção é a mesma que fora a mulher de Zumbi? Por quê?
      Não, pois é moderna, uma mulher livre e tem até celular.

9 – Identifique, na terceira estrofe, uma antítese, justificando sua resposta:
      Terra / céu – A antítese é uma figura de linguagem que consiste no emprego de termos com sentidos opostos.

10 – Na quarta estrofe, há quantas orações? Elas são coordenadas ou subordinadas? Classifique-as:
      Quatro orações. São coordenadas.
      São coordenada aditiva:
      - Ela faz mechas claras no cabelo.
      - E caminha na areia pelo raso.
      São coordenada explicativa:
      - Eu procuro saber os seus roteiros.
      - Pra fingir que a encontro por acaso.




Nenhum comentário:

Postar um comentário