quinta-feira, 7 de setembro de 2017

MÚSICA: TOCANDO EM FRENTE - ALMIR SATER - COM INTERPRETAÇÃO/GABARITO

MÚSICA: TOCANDO EM FRENTE
                                             ALMIR SATER
Ando devagar
Porque já tive pressa
E levo esse sorriso
Porque já chorei demais

Hoje me sinto mais forte
Mais feliz, quem sabe
Só levo a certeza
De que muito pouco sei
Ou nada sei
Conhecer as manhas
E as manhãs
O sabor das massas
E das maçãs

É preciso amor
Pra poder pulsar
É preciso paz pra poder sorrir
É preciso a chuva para florir

Penso que cumprir a vida
Seja simplesmente
Compreender a marcha
E ir tocando em frente

Como um velho boiadeiro
Levando a boiada
Eu vou tocando os dias
Pela longa estrada, eu vou
Estrada eu sou

Conhecer as manhas
E as manhãs
O sabor das massas
E das maçãs

É preciso amor
Pra poder pulsar
É preciso paz pra poder sorrir
É preciso a chuva para florir

Todo mundo ama um dia
Todo mundo chora
Um dia a gente chega
E no outro vai embora

Cada um de nós compõe a sua história
Cada ser em si
Carrega o dom de ser capaz
E ser feliz

Conhecer as manhas
E as manhãs
O sabor das massas
E das maçãs

É preciso amor
Pra poder pulsar
É preciso paz pra poder sorrir
É preciso a chuva para florir

Ando devagar
Porque já tive pressa
E levo esse sorriso
Porque já chorei demais

Cada um de nós compõe a sua história
Cada ser em si
Carrega o dom de ser capaz
E ser feliz  
                                                           (ALMIR SATER)

1. “Ando devagar porque já tive pressa.”
 Qual destes provérbios representam melhor este verso da música? Explique cada um deles.
a) O apressado come cru.
     Com pressa não se faz a coisa perfeita.

b) Devagar se vai ao longe.
     Com calma e paciência consegue o que quer.

2. A pressa é inimiga da perfeição. Comente.
     Porque tudo feito às pressas nunca dá certo.

3. Às vezes, quando temos pressa demais ao fazermos alguma coisa, isso acaba nos atrapalhando, por exemplo a aprender algo. Escreva mais dois exemplos que a pressa e inimiga da perfeição.
     --- Pedrinho saiu correndo, caiu e se machucou.
     --- João construiu o muro com tanta pressa e quando ventou forte o muro caiu.

4. Não precisamos e nem devemos ser ansiosos demais ao fazermos algo, porém não devemos cruzar os braços e esperar as coisas caírem do céu. Devemos ir a luta. Explique este provérbio. Não deixes para amanhã o que podes fazer hoje.
     As obrigações de hoje, não devem ser deixada para amanhã.

5. “E levo esse sorriso porque já chorei demais
     hoje me sinto mais forte, mais feliz, quem sabe.”
     Você acredita que as experiência do dia-a-dia, as dificuldades, as facilidades da vida de uma pessoa pode torná-la mais forte? Por quê?
     SIM. Porque o sofrimento, as dificuldades, nos ensina a viver.

6. Marque a explicação que você julga mais correta para cada verso.
a) “Conhecer as manhas e as manhãs.”
     (
X) conhecer todas as faces, todos os lados bons e ruins da vida cotidiana.
     ( ) conhecer apenas as coisas boas do dia-a-dia.

b) “O sabor das massas e das maçãs.
     (
X) saborear todas as experiências da vida, sentindo o gosto doce e ao mesmo tempo amargo da vida.
     ( ) saborear somente as experiências prazerosas da vida.

c) “É preciso amor pra poder pulsar.”
     ( ) É preciso só as coisas boas da vida.
     (
X) É preciso ter amor em tudo que se faz para que a vida tenha mais vigor, força, energia.

d) “É preciso paz para poder sorrir”.
     (
X) Precisamos de paz para sermos felizes.
     ( ) A paz é insignificante para a felicidade.

e) “É preciso chuva para florir”.
     (
X) É preciso regrar o jardim da vida para que ele possa florir e triunfar.
     ( ) É preciso inundar a vida.

7. “Penso que curtir a vida seja simplesmente
compreender a marcha e ir tocando em frente”.
     a) Para você o que é compreender a marcha da vida?
     É procurar entender os acontecimentos do dia-a-dia.

     b) O que é ir tocando em frente?
     É viver a vida da melhor maneira, sem olhar para trás.

8. Eu vou tocando os dias pela longa estrada eu vou, estrada eu sou”. A que estrada o compositor se refere?
     Sou responsável pelas minhas escolhas.

9. “Um dia a gente chega, no outro vai embora.
     Cada um de nós compõe a sua história”.
     O que representa estes versos na vida das pessoas?
     Que as coisas e as pessoas mudam, e que isto é crescimento, somente nós escrevemos nossa história.

10 “E cada ser em si carrega o dom de ser capaz, de ser feliz”...
Comente este verso.
     A verdade é que nós somos os compositores da nossa própria jornada de vida. A felicidade depende exclusivamente das nossas escolhas.

11. Você é feliz? Por quê?
     Resposta pessoal.

12. O que lhe traz felicidade?
     Resposta pessoal.

13. Você tem esperança de compor a sua história mais feliz? Como? Por quê?
     Resposta pessoal.

14. Você como sujeito de sua própria história. Precisa fazer o quê para melhorá-la?
     Resposta pessoal.

15. Você ajuda as outras pessoas a compor as suas próprias histórias? Como?
     Resposta pessoal.
16. Assinale mais de uma alternativa que esteja de acordo com o texto:
a. ( ) Para o poeta, a vida deve ser levada, tocada como uma boiada, pois não conseguimos entender a imprevisibilidade de ambas.
b. ( ) Só é possível ser feliz nesta jornada, depois de um toque de Deus, o velho boiadeiro, que nos impulsiona pela longa estrada da vida.
c. ( ) Só através do choro individual e de outros é que descobrimos o valor de um sorriso.
d. ( ) Manhãs, maçãs e chuva fazem parte da nossa história, já que não somos donos do nosso destino.
e. ( ) Segundo o poeta, para se viver, é necessário entender o andamento da jornada e continuar vivendo.

17. Coloque  V para as afirmativas  e F para falso, de acordo com o texto:
a. (V ) Viver é uma aprendizagem, fruto da observação atenta das alegrias e dos sofrimentos pelos quais passamos.
b. (F ) Ser feliz é o destino de todos os seres humanos, independendo das chegadas e das partidas.
c. ( V) A consciência do significado da vida e o dom da capacidade de construirmos a nossa história nos deixa mais fortes, mais felizes.
d. ( F) O poeta tem hoje um sorriso de serenidade porque nunca levou a vida com ligeireza.
e. (V ) Para podermos saborear a vida, precisamos vivenciar a paz e o amor, entre outros fatores que nos mostram que é possível compormos a nossa história com serenidade.

Marque a única alternativa correta:
18. Há várias comparações no texto que nos leva a concluir que o poeta fala:
a. ( ) da boiada
b. ( ) do boiadeiro
c. ( ) do sabor das frutas
d. ( ) dos dias vividos
e. ( ) do dom da felicidade de cada um de nós

19. Nos versos 5 e 6, o poeta demonstra que se considera um homem:
a. ( ) orgulhoso
b. ( ) sem cultura
c. ( ) experiente
d. ( ) humilde
e. ( ) sem rumo definido.

Responda com suas palavras:
20. Como era a vida do poeta no passado? Comprove sua resposta com versos da poesia.
A vida do poeta era agitada e sofrida, demonstrado nos versos 1 e 2





8 comentários:

  1. Usei a música para trabalhar em sala de aula, foi um sucesso...

    ResponderExcluir
  2. Excelente música e atividade! Foi muito bom trabalhar com meus alunos

    ResponderExcluir
  3. Gostei muito dessa atividade é das respostas tirou minhas dúvidas obrigado

    ResponderExcluir

  4. 3) Quanto a estrutura do texto musical poético, que estamos estudando podemos afirmar, que ele contém :

    A) 40 versos e 9 estrofes.
    B) 38 versos e 9 estrofes
    C) 50 versos e 10 estrofes
    D) 35 versos e 7 estrofes.
    Alguém me ajudar estou com duvida se e D) ou B

    ResponderExcluir
  5. Música “ Tocando em frente“.
    Cantor: Almir Sater
    Menubuscar


    Tocando Em Frente
    Almir Sater




    Ando devagar
    Porque já tive pressa
    E levo esse sorriso
    Porque já chorei demais

    Hoje me sinto mais forte
    Mais feliz, quem sabe
    Só levo a certeza
    De que muito pouco sei
    Ou nada sei

    Conhecer as manhas
    E as manhãs
    O sabor das massas
    E das maçãs

    É preciso amor
    Pra poder pulsar
    É preciso paz pra poder sorrir
    É preciso a chuva para florir

    Penso que cumprir a vida
    Seja simplesmente
    Compreender a marcha
    E ir tocando em frente, Como um velho boiadeiro
    Levando a boiada
    Eu vou tocando os dias
    Pela longa estrada, eu vou
    Estrada eu sou.



    Conhecer as manhas
    E as manhãs
    O sabor das massas
    E das maçãs

    É preciso amor
    Pra poder pulsar
    É preciso paz pra poder sorrir
    É preciso a chuva para florir

    Todo mundo ama um dia
    Todo mundo chora
    Um dia a gente chega
    E no outro vai embora

    Cada um de nós compõe a sua história
    Cada ser em si
    Carrega o dom de ser capaz
    E ser feliz.
    Conhecer as manhas
    E as manhãs
    O sabor das massas
    E das maçãs

    É preciso amor
    Pra poder pulsar
    É preciso paz pra poder sorrir
    É preciso a chuva para florir

    Ando devagar
    Porque já tive pressa
    E levo esse sorriso
    Porque já chorei demais

    Cada um de nós compõe a sua história
    Cada ser em si
    Carrega o dom de ser capaz
    E ser feliz.
    ..



    ResponderExcluir