quinta-feira, 7 de setembro de 2017

MÚSICA: A ENXADA E A CANETA - ZICO E ZECA - COM INTERPRETAÇÃO/GABARITO

MÚSICA: A ENXADA E A CANETA
                            ZICO E ZECA

             
Certa vez uma caneta
Foi passeá-la no sertão
Encontrou-se com uma enxada
Fazendo uma plantação
A enxada muito humirde
Foi lhe fazendo uma saudação
Mas a caneta soberba
Não quis pega na sua mão
E ainda por disaforo
Lhe passou uma repressão.

Disse a caneta para a enxada
Não vem perto de mim não
Você tá suja de terra
De terra suja do chão
Sabe com quem tá falando
Veja a sua posição
E não esqueça da distância
Da nossa separação.

Eu sou a caneta dorada
Que escreve no tabelião
Eu escrevo pros governo
A lei da constituição
Escrevi paper di linho
Pro ricaço e pros barão
Só ando nas mãos dos mestres
Dos homens de posição.

A enxada respondeu:
De fato eu vivo no chão
Pra podê dá o que comê
E visti ao seu patrão
Eu vim no mundo primeiro
Quase no tempo de Adão
Se não fosse o meu sustento
Ninguém tinha instrução.

Mas que caneta orguiosa
Vergonha da geração
A tua arta nobreza
Não passa de pretensão
Você diz que escreve tudo
Tem uma coisa que não
É a palavra bonita
Que se chama educação.
                                                   (ZICO E ZECA)

1) Faça a ilustração da música.
     Resposta pessoal.


2) A música é um texto poético. De acordo com “A enxada e a caneta”, informe os seguintes itens da estrutura.
     a) número de versos
     42 versos.
     b) número de estrofes
     05 estrofes.
     c) rimas
     Prantação / saudação.
     Chão / separação.
     Tabelião / constituição.
     Patrão / Adão.
     Geração / pretensão.

3) Há diferença entre poesia e prosa.

     Poesia não obedece a uma paragrafação, segue apenas a criatividade do poeta, já a prosa se organiza em três parágrafos básicos: introdução / desenvolvimento / conclusão.


4) Esta música retrata bem o preconceito estabelecido entre as pessoas que residem na zona urbana e na zona rural. Que situações exemplificam este preconceito?
     Quando a enxada foi cumprimentar a caneta e ela não quis pegar na mão dela porque estava suja de terra.

5) A enxada trabalha com o chão, então responda: Que cuidados o ser humano deve tomar para proteger o solo?
     A primeira coisa é não desmatar-se a área está sendo utilizada pela agricultura, tem que fazer rotação de culturas, evitando a monocultura; Adubação verde: Correção do solo; sistemas de proteção contra erosão, curvas de nível por exemplo.

6) Em tudo que vamos fazer utilizamos medidas de comprimento, de massa, de capacidade e de tempo. Muita atenção ao preencher o quadro de medidas.

a) Medidas de comprimento – o metro (m) é a unidade fundamental da medida de comprimento. Unidade quanto vale:
1 quilômetro (km) 
1.000 metros (m)
1 metro (m) 
100 centímetros (cm)
1 centímetro (cm) 
10 milímetros (mm)

b) Medidas de massa – o quilograma (kg) é a unidade fundamental de medida de massa, que costumamos chamar de quilo:
1 quilograma (kg) é igual a 
1.000 gramas (g)
½ quilograma (kg) é igual a 
500 gramas (g)
1 tonelada (ton) é igual a 
1.000.000 gramas (g)

c) Medidas de capacidade – o litro (l) é a unidade fundamental de medida de capacidade. É para medir capacidades pequenas de líquidos usamos o mililitro (ml).
1 litro (l) é igual a 
1.000 mililitros (ml)
½ litro (l) é igual a 
500 mililitros (ml)

d) Medidas de tempo – o segundo (s) é a unidade fundamental da medida de tempo.
Unidade quanto vale
1 minuto (min) 
60 segundos (s)
1 hora (h) 
3.600 segundos (s)
1 dia 
24 horas (h)
1 semana 
07 dias
1 mês 
30 dias
1 ano 
12 meses

e) Medidas agrícolas – Há algumas medidas que são mais usadas no meio rural. Pesquise e responda:
     · O que é alqueire e a quantos metros quadrados corresponde?
     Corresponde a 24.200 m².

     · Uma légua corresponde a quantos quilômetros?
     06 quilômetros.

7) As fazendas são vendidas por alqueires. Se uma fazenda tem 41 alqueires, quantos metros quadrados têm esta fazenda?
     992.200 m².

8) Se esta fazenda fica a três léguas da cidade. Ela fica retirada a quantos quilômetros?

     18 quilômetros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário