sexta-feira, 29 de setembro de 2017

MÚSICA: QUESTÃO DE ORDEM - GILBERTO GIL - COM INTERPRETAÇÃO/GABARITO

       MÚSICA: QUESTÃO DE ORDEM
                                                   Gilberto Gil                                                                                                                       
Você vai, eu fico
Você fica, eu vou

Daqui por diante
Fica decidido
Quem ficar, vigia
Quem sair, demora
Quem sair, demora
Quanto for preciso
Em nome do amor

Você vai, eu fico
Você fica, eu vou

Se eu ficar em casa
Fico preparando
Palavras de ordem
Para os companheiros
Que esperam nas ruas
Pelo mundo inteiro
Em nome do amor

Você vai, eu fico
Você fica, eu vou

Por uma questão de ordem
Por uma questão de desordem

Se eu sair, demoro
Não mais que o bastante
Pra falar com todos
Pra deixar as ordens
Pra deixar as ordens
Que eu sou comandante
Em nome do amor

Você vai, eu fico
Você fica, eu vou

Os que estão comigo
Muitos são distantes
Se eu sair agora
Pode haver demora
Demora tão grande
Que eu nunca mais volte
Em nome do amor.

Interpretação:
1 – A introdução é o refrão dando a seguinte ordem:
      “Você vai, eu fico
      Você fica, eu vou”.
      Percebe-se as figuras de linguagens, antítese em: vai/fica e repetição quando se usa o mesmo início de frase.

2 – De que tema trata a música: Questão de Ordem?
      É de conteúdo, contestador, caracterizado pela denúncia e protesto contra a repressão. Através da ironia na letra já antevia que uns partiriam, outros ficariam, mais tarde todos voltariam.

3 – Qual sensação nos transmite a primeira estrofe da letra? O que você entendeu sobre ela?
      Nos transmite a sensação de que estavam sendo vigiados, perseguidos, por isso “quem ficar, vigia; quem sair, demora” e o verso: “Em nome do amor” subentende que seja uma senha para abrir a porta.

4 – Interprete os seguintes versos: “Se eu ficar em casa // Fico preparando / Palavras de ordem / Para os companheiros / Que esperam nas ruas”. Qual relação desses versos com as manifestações contra a Ditadura Militar? Explique.
      É um período de total insegurança. Entende-se que quem não estava participando das manifestações ficava em casa preparando palavras de ordem “Cartazes, panfletos” para os companheiros que estavam nas ruas.

5 – Qual a mensagem implícita na última estrofe da letra? Qual a relação desta mensagem com o momento político vivido pelo Brasil no final dos anos 60? Para ajudar na resposta, leia este texto sobre a “Passeata dos 100 mil”.
      As manifestações estudantis foram os mais expressivos meios de denúncia e reação contra a subordinação brasileira aos objetivos e diretrizes norte-americano.
      Prisões e arbitrariedade eram as marcas da ação do governo em relação aos protestos dos estudantes, e essa repressão atingiu o apogeu com a morte de Edson Luís de 17 anos.

      Durante todo o ano de 68, as manifestações estudantis ocorreram, assim como intensificou-se a repressão, até a decretação do AI-S em 13 de dezembro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário