terça-feira, 3 de julho de 2018

MÚSICA: PARABOLICAMARÁ - GILBERTO GIL - COM INTERPRETAÇÃO/GABARITO


Música: Parabolicamará
                                               Gilberto Gil
Antes mundo era pequeno
Porque Terra era grande
Hoje mundo é muito grande
Porque Terra é pequena
Do tamanho da antena parabolicamará
Ê, volta do mundo, camará
Ê, ê, mundo dá volta, camará

Antes longe era distante
Perto, só quando dava
Quando muito, ali defronte
E o horizonte acabava
Hoje lá trás dos montes, den de casa, camará
Ê, volta do mundo, camará
Ê, ê, mundo dá volta, camará

De jangada leva uma eternidade
De saveiro leva uma encarnação

Pela onda luminosa
Leva o tempo de um raio
Tempo que levava Rosa
Pra aprumar o balaio
Quando sentia que o balaio ia escorregar
Ê, volta do mundo, camará
Ê, ê, mundo dá volta, camará

Esse tempo nunca passa
Não é de ontem nem de hoje
Mora no som da cabaça
Nem tá preso nem foge
No instante que tange o berimbau, meu camará
Ê, volta do mundo, camará
Ê, ê, mundo da volta, camará

De jangada leva uma eternidade
De saveiro leva uma encarnação
De avião, o tempo de uma saudade

Esse tempo não tem rédea
Vem nas asas do vento
O momento da tragédia
Chico, Ferreira e Bento
Só souberam na hora do destino apresentar
Ê, volta do mundo, camará
Ê, ê, mundo dá volta, camará.

Entendendo a canção:

01 – Quais “pistas” o esquema e a música trazem para compreender a globalização?
      O autor destaca que a esfera global passa a ser constituída por atores e forças econômicas que se situam acima dos Estados Nacionais.

02 – Algo chamou sua atenção no título da canção de Gilberto Gil? O quê?
      Resposta pessoal do aluno.

03 – Que visão sobre globalização a canção têm?
      O fato de ter como espaço de atuação o mundo como um todo, abandonando gradativamente seus compromissos com sociedades nacionais.

04 – Explique os versos: “Antes mundo era pequeno, porque Terra era grande”.
      Se refere a expansão dos meios de comunicação que levam informação aos diversos lugares da terra, a cultura evoluiu e se diversificou.

05 – O autor utiliza duas palavras atribuindo a elas sentidos diferentes, mundo e Terra. Qual o sentido dado a cada palavra?
      Mundo – está se referindo a população mundial junto a sua cultura, etc.
      Terra – refere-se ao planeta onde vivemos.

06 – Como o ator ilustra a evolução dos meios de transporte e comunicação?
      Nos versos: “De jangada leva uma eternidade
                           De saveiro leva uma encarnação
                           De avião, o tempo de uma saudade.”

07 – Por que, segundo o autor, o mundo estaria “ficando maior”?
      Está se tornando grande, devido a globalização, onde informações correm o tempo todo.

08 – Qual a relação entre a globalização e o título da canção “Parabolicamará”?
      O autor, na década de 90, apresentou artisticamente o fenômeno da globalização. Através da letra da canção, onde fala sobre o fim da distância e os avanços tecnológicos que podem fazer com que o homem e mulher estejam mais próximos dos diversos espaços e lugares do mundo.

09 – Em que momento o compositor põe o tempo existencial, psíquico, em contraposição ao tempo cronológico?
      Quando fala da eternidade, a encarnação e a saudade à jangada e ao saveiro – e estes dois ao avião –, para insinuar o encurtamento do tempo – espaço provocado pelo aumento da rapidez dos meios de comunicação física e mental do mundo – tempo moderno.

10 – E por fim, o compositor fala sobre o tempo da morte, como?
      O tempocorte, o tempo que corta, e ceifa.




Nenhum comentário:

Postar um comentário