domingo, 12 de agosto de 2018

TEXTO: O VALOR DO TRABALHO - COLEÇÃO TEMPO DE APRENDER - COM INTERPRETAÇÃO/GABARITO

Texto: O valor do trabalho

       Marx e Smith concordam que todo trabalho tem um valor. Entretanto, discordam sobre o valor a ser pago pelo trabalho.
        Para Marx, existe uma relação entre o acúmulo de riqueza do capitalista e o empobrecimento do trabalhador. Ele denomina o valor do trabalho não pago ao trabalhador de mais-valia.
         É da mais-valia que o capitalista tira boa parte do seu lucro, o que revela parcialmente a exploração que o trabalhador sofre.
        Resumindo: Mais-valia é a parte do valor do trabalho não pago ao trabalhador.
        Segundo Marx, o trabalhador é alienado de seu trabalho. Isto acontece porque ele não é o dono do seu tempo e do que produz. Para esse teórico, a única maneira de eliminar esse sistema de exploração e criar uma sociedade igualitária é acabar com a propriedade privada, fazendo que o trabalhador retome o controle sobre o seu tempo e sobre os meios de produção.
        Para Adam Smith, é o capitalista, concentrador de renda, que pode aumentar a produtividade e a oferta de trabalho para o benefício de toda a sociedade, inclusive dos assalariados.
        Se marxistas e capitalistas parecem defender o bem-estar geral, qual é a diferença entre eles?
        É a forma como pensam a organização da sociedade. Trata-se de duas ideologias diferentes que tiveram grande influência no mundo.
        Marx defendeu uma sociedade comunista. Nesse tipo de sociedade, a prioridade é a distribuição igualitária dos bens produzidos.
        De outro lado, Adam Smith defendeu uma sociedade capitalista. Nela, a propriedade privada é essencial, pois só o capitalista pode garantir a produtividade. Para Smith, a desigualdade social faz parte da natureza humana, pois separa os mais aptos (capitalistas) dos menos aptos.

                             Coleção Tempo de Aprender. Edimar Araújo Silva
                               José Wagner de Melo Costa Souza.
Entendendo o texto:
01 – Qual é a prioridade do capitalista: a produtividade ou a distribuição? Por quê?
      Para o capitalista seria a produtividade, pois dela depende a sobrevivência de todos.

02 – E para o marxista, qual seria? Por quê?
      É a distribuição, pois garante ao trabalhador o acesso ao que ele mesmo produz.

03 – Quais são alguns exemplos de meios de produção?
      As ferramentas, as instalações, os combustíveis, os meios de transporte e outros recursos tirados da natureza (matéria prima).

04 – O que o trabalho, associado aos meios de produção, cria?
      Bens.

05 – Estabeleça a relação entre os termos “valor” e “bens”, com base no texto lido.
      Os valores são qualidades atribuídas aos bens.  

06 – Identifique no texto a expressão que, segundo Karl Marx, representa o valor agregado pelo trabalho que não é pago ao trabalhador.
      Mais-valia.

07 – Copie a frase que explica o valor a ser dado à mercadoria segundo Adam Smith.
      “Quanto maior o tempo e a técnica (conhecimento necessário) gastos para realizar um trabalho, maior deve ser o preço cobrado pela mercadoria produzida.”

08 – Qual é a relação entre os pensamentos de Marx e Adam Smith sobre o trabalho e o emprego que você tem atualmente?
      Resposta pessoal do aluno.

Nenhum comentário:

Postar um comentário