segunda-feira, 20 de agosto de 2018

TEXTO: QUALIDADE DE VIDA - RELATÓRIO MUNDIAL DE SAÚDE - COM INTERPRETAÇÃO/GABARITO


QUALIDADE DE VIDA

        Qualidade de vida é a percepção que o indivíduo tem de sua posição na vida dentro do contexto de sua cultura e do sistema de valores de onde vive, e em relação a seus objetivos, expectativas, padrões e preocupações. É um conceito muito amplo que incorpora de uma maneira complexa a saúde física de uma pessoa, seu estado psicológico, seu nível de dependência, suas relações sociais, suas crenças e sua relação com características proeminentes no ambiente. À medida que um indivíduo envelhece, sua qualidade de vida é fortemente determinada por sua habilidade de manter autonomia e independência.
        A adoção de estilos de vida saudáveis e a participação ativa no cuidado da própria saúde são importantes em todos os estágios da vida. Um dos mitos do envelhecimento é que é tarde demais para se adotar esses estilos nos últimos anos de vida. Pelo contrário, o envelhecimento em atividades físicas adequadas, alimentação saudável, a abstinência do fumo e do álcool, e fazer, uso de medicamentos sabiamente podem prevenir doenças e o declínio funcional, aumentar a longevidade e a qualidade de vida do indivíduo.

                   Fonte: http://dtr2001.saude.gov.br/svs/pub/pub00.htm#.
     Acesso em: ago. 2006. OMS, Relatório Mundial de Saúde, 1999.

Interpretação do texto:
01 – Quais são as características incorporadas pela boa qualidade de vida de uma pessoa?
      A sua saúde física, seu estado psicológico, seu nível de dependência, suas relações sociais, suas crenças e sua relação com as características do ambiente.

02 – Quais são os benefícios que as atividades físicas proporcionam para um indivíduo?
      Podem prevenir doenças e aumentar a longevidade e a qualidade de vida do indivíduo.

03 – O que deve ser evitado para se ter uma boa saúde?
      Deve-se evitar o fumo, o álcool, o consumo de alimentos gordurosos, assim como a automedicação, procurando seguir sempre os conselhos de um médico.

04 – Entre as principais causas de morte entre crianças de 5 a 14 anos, quais são as que menos preocupam as autoridades?
      São as doenças não transmissíveis.

05 – Em que faixa etária as principais causas de morte têm incidência praticamente igual?
      Dos 15 aos 44 anos, cada grupo de causas apresenta quase a mesma incidência – cerca de um terço.

06 – Cite alguns exemplos de doenças transmissíveis.
      Sarampo, rubéola, catapora, hepatite, aids, tuberculose, meningite, caxumba, gripe, etc.

07 – Citem alguns exemplos de doenças não transmissíveis.
      Câncer, cirrose, asma, catarata, apendicite, úlcera de estômago, hérnia de esôfago.

08 – O que vocês entendem por deficiências nutricionais?
      São deficiências de nutrição causadas por uma alimentação que apresenta falta de alimentos ricos em proteínas, sais minerais, vitaminas e carboidratos, o que enfraquece principalmente crianças e idosos, levando-os inclusive à morte.

09 – Citem algumas doenças que podem ser transmitidas de mãe para filhos, ou seja, que são transmitidas por hereditariedade.
      Essas são as chamadas doenças congênitas: diabetes, má formação de algum órgão vital, tireoide, câncer, problemas cardiovasculares, obesidade, etc.



"Caridade é um exercício espiritual. Quem pratica o bem coloca em movimento as forças da alma." Chico Xavier

Nenhum comentário:

Postar um comentário