terça-feira, 26 de junho de 2018

POEMA: O ENAMORADO DA VIDA - OLEGÁRIO MARIANO - COM INTERPRETAÇÃO/GABARITO


Poema: O enamorado da Vida

Eu sou um enamorado da Vida!
Para sentir melhor o céu na minha casa,
Plantei a minha casa entre o mar e a montanha.
Se as ondas vêm rugir a meus pés, a horas mortas, 
A lua desce a mim numa carícia estranha.

Bebo as estrelas de mais perto. . . Abraço
Todo o corpo do céu num simples movimento.
E, quando chove, sinto a torrente das chuvas 
Trazendo da montanha, em seu penacho de águas,
Frondes, ninhos, calhaus e pássaros ao vento.

Eu sou um enamorado da Vida!
Amo-a por tudo quanto ela me pode dar: 
A água fresca da fonte, a carícia da sombra,
E até a calma silenciosa e mansa
Desse crepúsculo que baixa devagar.

Em cada mão de folha a minha boca bebe 
O orvalho da manhã como um suave licor.
E abro os pulmões, sorvendo em tudo o que me envolve
Essa onda de volúpia e de êxtase e perfume
Que vem do amor e que me leva para o amor

Eu sou um enamorado da Vida!
Tenho ímpetos de voar, de galgar, de vencer
Colinas, penetrar o coração dos vales,
Relinchando feliz como um potro selvagem 
Que solta as crinas no ar para melhor correr;

Ou retesar as asas brancas de gaivota
E atirar-me na fúria incrível das procelas;
Beber em haustos toda a glória do mar alto, 
Rolar no bojo dos batéis desarvorados
Ou as asas enxugar no alvo lenço das velas

Vida! Quero viver todas as tuas horas,
As que prendi na mão e as que nunca alcancei.
 Ser um pouco de ti no espelho das paisagens
Para, quando morrer, levar dentro dos olhos
A beleza imortal de tudo quanto amei.

                           Olegário Mariano. Do livro:" O enamorado da vida".
                                                       Rio de Janeiro: Guanabara, 1937.
Entendendo o poema:
01 – Por que o poeta usa a palavra vida com letra inicial maiúscula?
      Por causa da grande importância que ele dá à vida, para dar destaque.

02 – Que verso do poema nos revela que o poeta gosta muito da vida?
      “Eu sou um enamorado da Vida.”

03 – Com o que, principalmente, está relacionado o amor que o poeta tem pela vida?
      O amor que o poeta tem pela vida está relacionado com a natureza.

04 – Que verso sugere que o poeta passeia quando já é noite avançada, à beira-mar?
      “Se as ondas vêm rugir a meus pés, a horas mortas.”

05 – Encontre no poema versos que contrastam a vida calma e mansa com a vida agitada:
·        Vida calma e mansa:
“Se as ondas vêm rugir a meus pés, a horas mortas.”
“A lua desce a mim numa carícia estranha.”
“E até a calma silenciosa e mansa.”
“Desse crepúsculo que baixa devagar.”

·        Vida agitada:
“Tenho ímpetos de voar, de galgar (...) colinas.”
“Relinchando feliz como um potro selvagem.”
“Que solta as crinas no ar para melhor correr.”
“E atirar-me na fúria incrível das procelas.”
“Rolar no bojo dos batéis desarvorados.”

06 – Baseando-se na quantidade de palavras usadas em sentido figurado nesse poema, podemos concluir que nele predomina:
(  ) Uma linguagem denotativa, literal, própria.
(X) Uma linguagem conotativa, figurada, poética.

07 – Em que sentido foi usado o verbo plantar no 3° verso da 1ª estrofe?
      Foi usado num sentido figurado. Plantar, nesse verso significa: “estabelecer, construir.”

08 – O que você entende pela expressão “horas mortas”?
      São horas em que predomina o silêncio, a quietude, geralmente altas horas da noite.

09 – Escreva SF se as palavras em destaque nas frases abaixo foram usadas em sentido figurado e SP se forem usadas em sentido próprio, literal, denotativo.
a)   (SF) “Bebo as estrelas de mais perto...”
b)   (SF) “Abraço todo o corpo do céu num simples movimento.”
c)   (SF) “Em cada mão de folha a minha boca bebe o orvalho...”
d)   (SF) A torrente traz, em seu penacho de águas, frondes, ninhos.
e)   (SP) Havia muitas estrelas no céu.

10 – Modifique o sentido das palavras destacadas na atividade anterior, isto é, empregue as de sentido figurado num sentido próprio e vice-versa.
        Sugestões:
a)   “Eu bebo muita água todos os dias.
b)   Mariana tem um corpo lindo.
c)   Machuquei a mão num jogo de vôlei.
d)   O índio trazia, na cabeça, um penacho de cores variadas.
e)   Você é o céu da minha vida.

11 – Descubra, no poema, palavras, expressões ou versos usados em sentido figurado.
·        Se as ondas vêm rugir a meus pés, a horas mortas...
·        A lua desce a mim numa carícia estranha.
·        ... a carícia da sombra.
·        A calma mansa desse crepúsculo que baixa devagar...
·        E abro os pulmões, sorvendo tudo o que me envolve.
·        Essa onda de volúpia, etc.

12 – Com ajuda de um dicionário, de o significado das palavras abaixo:
·        Ímpeto: impulso, arroubo.
·        Torrente: enxurrada.
·        Penacho: crista.
·        Retesar: esticar, enrijar.
·        Procela: tempestade no mar.
·        Hausto: gole.
·        Bojo: saliência arredondada.
·        Volúpia: grande prazer.
·        Desarvorado: sem rumo.


Nenhum comentário:

Postar um comentário