sábado, 30 de junho de 2018

POEMA: A DANÇA DA NATUREZA - GLORETE RESZENDE - COM GABARITO


Poema A dança da natureza


No balé das árvores sopradas pelo vento
Vento suave de uma tarde de verão
Pequenas bailarinas folhas dançam com graça e movimento.
Tendo ao fundo azul da imensidão.

Os fachos de luz que atravessam por entre as árvores
Aproveitam o acontecimento
Enfeitam e dão ar de magia com emoção
Ao belo palco da natureza neste momento.

Vez ou outra, pequenas bailarinas se soltam
E com liberdade e graça vão dançando até o chão
Felizes, embora saibam que será a última apresentação
E que, no seu lugar, pequenas novas bailarinas nascerão.

                                      Glorete Reszende, artista plástica

Entendendo o poema:
01 – O que o título do texto quer dizer com “A dança da natureza”?
      É o balança das folhas das árvores com o vento.

02 – Você gostou do poema? Por quê?
      Resposta pessoal do aluno.

03 – Que detalhe original usou a artista plástica nas folhas?
      Figuras de bailarinas nas folhas (folha-bailarina).

04 – A quem se refere o adjetivo “felizes” no penúltimo verso?
      Às folhas-bailarinas.

05 – Que diferença há entre: “Novas bailarinas nascerão” e “Novas bailarinas nasceram”?
      A 1ª frase está no tempo futuro. A 2ª frase está no pretérito.

06 – A que se refere o pronome “seu” no último verso?
      Às bailarinas (folhas).

07 – Em: “E com liberdade e graça vão dançando até o chão”, o que representa esta frase?
      É o movimento das folhas quando se soltam do galho e caem.

08 – Na frase: “E que, no seu lugar, pequenas novas bailarinas nascerão”. O que significa?
      Que nascerão novas folhas, e serão as novas bailarinas.



Nenhum comentário:

Postar um comentário