quinta-feira, 28 de junho de 2018

POESIA: MENINA EM CASA - PEDRO BANDEIRA - COM GABARITO


Poesia: Menina em casa

Me levaram para a casa da vovó.
Levaram também
O meu irmãozinho.
A minha mãe, não.
Ela foi pro hospital
Pra desinchar a barriga.

A barriga desinchou
E apareceu
Uma menina.
Uma menina!
E ainda por cima
Pequenininha!



Vai ser um horror!
Vai ser cocô na fralda,
Vai ser xixi no chão.

Vai ser um horror!
Mamadeiras,
Berradeiras
E chateação.

Logo vão encher
Toda a casa com bonecas,
Ti-ti-tis e Ta-ta-tas,
Comidinhas
E não sei que mais.
Vai ser um …
Psiu!
Não fale alto!
Ela está dormindo.

Que bonitinha!
Posso pegar no colo?

Bandeira, Pedro. Cavalgando o Arco-íris.
São Paulo: Moderna, 1993. p. 54 – 55.

Entendendo a poesia:
01 – Qual o título do texto?
      Menina em casa.

02 – Quem é o autor?
      Pedro Bandeira.

03 – Quantas estrofes tem o texto?
      Possui 5 estrofes.

04 – Quantos versos possui?
      Possui 30 versos.

05 – Qual é o tema principal?
      O nascimento de uma irmãzinha.

06 – Esse texto possui rima? cite duas rimas.
      Sim pois é um poema. Desinchou / apareceu, mamadeiras / berradeiras.

07 – Em sua opinião, o que significa “ti-ti-tis e ta-ta-tas”?
      É muitas conversas.

08 – Quem são os personagens do texto?
      A vovó, o irmãozinho, a irmã, a mãe e a irmãzinha.



Nenhum comentário:

Postar um comentário