quinta-feira, 2 de abril de 2015

PROJETO MULTIDISCIPLINAR DE LEITURA

PROJETO MULTIDISCIPLINAR   DE  LEITURA


HISTÓRIA  -       A  Biblioteca  e a Sala de Leitura em uma escola desempenham papel fundamental dentro da nova perspectiva do Ensino Fundamental e Médio onde deve-se priorizar a construção  do conhecimento, desprezando o repasse de conteúdos que não permite ao aluno sentir-se agente da sua própria história e da construção do seu conhecimento neste  contexto e acreditando que o ensino da história deve acontecer com a participação ativa do aluno, permitindo que este entenda, relacione e de opinião crítica sobre os fatos históricos vistos, sendo capaz de correlacioná-los com sua vivência, é que várias atividades podem ser  realizadas através de leituras de livros paradidáticos de apoio, assim como pesquisas e a interpretação de documentos históricos.
        As atividades abaixo poderão possibilitar aulas de história mais dinâmicas e  agradáveis ao aluno, como também  levar os profissionais a buscarem o auxílio  de  colegas, trabalhando assim com a interdisciplinariedade  e os temas transversais:

Dramatização

Segundo Araújo (2009, p. 174), “o teatro pode ser usado como prática pedagógica como uma maneira de representar, interpretar e conhecer o homem e a sociedade criada pelos homens”.

         Após a leitura de livros paradidáticos realizar debates e a dramatização ou teatros sobre os temas, épocas e modo de viver dos personagens, buscando a participação, o estímulo, convívio social, além do crescimento cultural e da linguagem oral e corporal. Esse tipo de atividade pode ser usada em todas as etapas do ensino e disciplinas curriculares. A dramatização ou apresentação teatral na escola é de grande valia, isso porque possibilita uma melhor compreensão dos conteúdos, além de promover uma socialização, aumento da criatividade, memorização entre outros fatores positivos na construção do conhecimento.
         O teatro permite ainda uma interação entre o aluno e o texto e consequentemente entre os participantes da dramatização, este dá a oportunidade de o aluno melhorar a percepção, o senso crítico, a forma de se expressar oralmente e de se comunicar em contextos sociais, como nos afirma Oliveira e Stoltz (2010, p.81).


Interpretação de Documentos Históricos

"Os infinitos herois desconhecidos valem tanto quanto os maiores herois da História" 
(Walt Whitman)

        A leitura, o levantamento de ideias principais e a discussão sobre documentos de época (ponto de vista das pessoas naquele momento histórico) tornam mais fácil a compreensão do fato histórico em si e possibilitam críticas sobre determinados comportamentos e "personagens" da história.

Pesquisas 

Conforme Demo (2003, p. 2), “Educar pela pesquisa tem como condição primeira que o aluno seja pesquisador, ou seja, maneje a pesquisa como princípio científico e educativo e a
tenha como atitude cotidiana”.

       Por meio da pesquisa o aluno tem possibilidade de descobrir um mundo diferente, coisas novas, curiosidades. Dessa forma, o professor tem a incumbência de gerenciar e orientar os seus alunos na busca de informações, sua função é disponibilizar referências bibliográficas, oferecendo melhores condições de desenvolvimento da pesquisa. Além de atuar na orientação da construção de textos a partir do material da pesquisa, o professor deve ensinar como retirar as partes mais importantes do conteúdo pesquisado. Outro ponto de grande relevância que o educador deve abordar é a conscientização de que uma pesquisa não é uma mera cópia e sim uma síntese de um conjunto de informações. 
       A pesquisa na escola não deve ter apenas o objetivo de ocupar o aluno, de modo que o mesmo não fique sem fazer nada em casa, sua finalidade vai além, formar pessoas curiosas acerca do que se passa no mundo, assim, por meio dessa busca, o conhecimento será construído pelo próprio educando.


Leitura 


"[...] no momento da leitura, no entanto, a palavra se configura e se dispersa, rompe a linearidade, produz resultados indeterminados, imperceptíveis, muitas vezes. Na leitura, a atividade mental de um 'eu', como trabalho simbólico e fundamentalmente dialogia,polifonia. (Bahktin,1981.p.28)

       Ler livros de histórias permite  ao aluno dá vida à obra, mas é ela que lhe passa informações, conhecimento, sabedoria. Também por esse ângulo as expectativas colocadas na leitura compreendem-na como doadora, administrando benefícios a seus usuários. Esses resultados podem não ser imediatamente mensuráveis, mas se refletem a longo prazo, transformando o consumidor num ser elevado, enriquecido pela experiência herdada dos livros desta forma participando na sociedade, com espírito crítico, enriquecendo a cultura de como era o modo de vestir, pensar, viver e se comportar do homem nas diferentes épocas(idade média por exemplo), estabelecendo comparações com os dias de hoje podendo "ver" a evolução do homem no espaço geográfico e nas suas relações com o próprio ser humano e ampliando a visão de mundo.

Criar Novas Histórias

 "Através do recontar histórias, no desenvolvimento da linguagem
oral dos alunos em sala de aula, o que abrange os seguintes objetivos específicos:
identificar os aspectos narrativos (sequência temporal e causal) e o vocabulário
manifesto pelo leitor na reconstrução oral dos textos narrados por meio do
aspecto semântico e do pragmático."COELHO (1991) 

         Depois de ler um livro o aluno poderá baseando-se nele, criar novas  histórias dando seu próprio significado, reconstruindo através de suas experiências pessoais, pois a leitura não se constitui em um ato solitário, nem em atividade monológica do indivíduo como se pensava há algum tempo, pois no processo da leitura se dá a interação do leitor não apenas com o autor, como também com os leitores virtuais criados pelo mesmo no momento da escritura, estabelecendo dessa forma, relações plurais. Nessa medida, a leitura compreendida, sobretudo em seu caráter dialógico, constitui-se em precioso instrumento no processo de produção do conhecimento por oportunizar ao leitor o contato com diversificadas formas de visão e compreensão de mundo. Leitor e leitura se constituem portanto, como elementos vitais nesse processo de interlocução contínua, capaz de alargar indefinidamente as possibilidades de atribuição de sentidos.

Trabalhar com músicas 

"A música é um instrumento educacional mais potente do que qualquer outro." Platão

     Interpretar músicas, pois desenvolve a mente humana, promove o equilíbrio, proporcionando um estado agradável de bem-estar, facilitando a concentração e o desenvolvimento do raciocínio.

Trabalhar com lendas e mitos


"São narrações em que se procura explicar a origem dos seres vivos e de certos objetos ou a origem de algum costume." Théo Brandão

       As lendas e mitos são importantes para a promoção dessas descobertas que envolvem sentimentos, valores e costumes. Caracterizando essa temática como uma forma de estimular o encantamento, uma fonte que mistura a fantasia e realidade desenvolvendo o imaginário. 

Construir, Criar História em Quadrinhos

"Nas escolas em circulam diversos tipos de textos, livros, jornais, revistas e quadrinhos, os alunos leêm e escrevem mais rapidamente e se tornam capazes de buscar as informações de que necessitam."
Marcelo Campos Pereira.


        As Histórias em Quadrinhos, devido a sua diversidade de linguagem e riqueza artística, possibilitam muitos momentos prazerosos na complexa tarefa do ensino e aprendizagem da língua escrita. Cabe à escola utilizá-la de forma lúdica para estabelecer uma relação harmoniosa entre professor, aluno e texto. O aluno precisa compreender que ler é um exercício que se presta ao prazer e não serve apenas para a execução de tarefas escolares e atendimento de interesses transitórios
       
Júri Simulado

“As dinâmicas de grupo quando aplicadas no ambiente de sala de aula propiciam a integração e o relacionamento interpessoal entre alunos e professores." (Luis Alves)


          O Júri Simulado é uma proposta que tem o objetivo de fomentar o protagonismo juvenil por meio da discussão de temas pertinentes à sociedade, desenvolvendo o senso crítico dos alunos, ampliando suas competências e habilidades no âmbito da argumentação, oralidade, persuasão, organização de ideias e respeito à opinião do outro, por meio de discussão de temas como:aborto, maioridade penal, pena de morte, JK: Herói ou vilão, socialismo ou capitalismo, inclusão ou meritocracia, Lei de Cotas, royalties do Pré-sal, festas open bar, dentre outras temáticas.
           O desenvolvimento da atividade de Júri Simulado é satisfatório, pois, além de ampliar os conhecimentos dos educandos envolvidos de forma direta e indireta, possibilita dotá-los de informações úteis na construção do saber, sensibilizando-os para o exercício da cidadania, bem como ampliação de sua percepção de mundo.  


A IMPORTÂNCIA DA LEITURA

             É através da leitura que podemos enriquecer o aluno levando-o a pensar, repensar situações e buscar ver que existem vários pontos de  vista sobre um mesmo tema, que  existem interesses diferentes e formas diversificadas de contar e analisar um mesmo assunto, e é essa maneira diferente de ver as coisas que acontecem e de contá-las que resulta a nossa história, a nossa cultura.
                      Além das atividades sugeridas muitas outras podem ser desenvolvidas, pois cada professor, cada sala, cada assunto são realidades distintas e possuem objetivos diferentes, embora a meta maior seja a mesmo: levar o aluno a ser uma pessoa feliz e de sucesso, construindo uma sociedade mais participativa, atuante e consciente até termos um mundo realmente melhor, um homem compromissado com o meio  e principalmente com um relacionamento mais solidário e humano entre as pessoas. Um cidadão que busque e encontre soluções para os problemas que enfrenta hoje.


“O hábito da leitura proporciona possibilidades infinitas, uma vez que é possível conhecer tudo o que se deseja por meio dela”, Valéria Thomazini

Nenhum comentário:

Postar um comentário